Posso fazer seguro no meu nome para o carro de terceiros?

Posso fazer seguro no meu nome para o carro de terceiros?

Ao comprar um automóvel, é muito importante que se tenha em mente o contrato do seguro, pois será ele que irá lhe proteger de diversos imprevistos.
Mas e quando o titular do seguro não é o principal condutor do carro? Como proceder?

 

No caso da compra de um veículo que já tenha seguro ( um carro que seja de segunda mão) é sempre bom fazer a transferência do veículo para o seu nome para não ter problemas no futuro.

 

Geralmente empresto meu carro, por isso não sou o principal condutor. Estarei coberto pelo seguro da mesma forma?

 

Muitas companhias de seguros e regulamentos estaduais permitem que a cobertura do seguro se estenda para qualquer pessoa a quem você emprestar seu veículo, desde que o motorista tenha sua permissão para usar o carro e uma licença válida. Estas cláusulas de permissão, por vezes, são suficientes para atender às necessidades de condução ocasionais e eliminar a necessidade de obter um novo contrato ou adicionar ou excluir o proprietário do veículo. Algumas empresas também oferecem contratos incluindo não proprietários. No entanto, essas geralmente não oferecem cobertura como os contratos em que não se inclui tal quesito.

 

Porém, é importante deixar claro que, no caso de sinistro a indenização é feita diretamente ao proprietário legal do veiculo. Ou seja, quem irá receber o seguro é o individuo que consta como proprietário na apólice.

 

Independente do sinistro ocorrido, Um cuidado que o segurado deve ter para garantir que receberá sua indenização integralmente é não se expor ao chamado “agravamento de risco”. Esse é o nome dado pelas seguradoras quando o condutor expõe o carro a situações que podem causar uma pane, colisão ou roubo, ou agravar um problema existente.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

01 Comentário

  1. SUZANA LUZIA MOREIRA disse em 26 Apr às 5:05 pm :

    Meu marido comprou um carro para mim, só que o carro ficaria no nome dele. Acontece que antes dele fazer a transferência do carro para o nome dele eu me envolvi num sinistro e o carro deu perda total. Mesmo com o contrato de compra e venda e o CRV registrado no cartório, a seguradora pode não querer pagar a indenização para mim que tenho a apólice e pagar ao antigo proprietário?

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *.

*
*