Rastreador de carro deixa seguro mais barato

Rastreador de carro deixa seguro mais barato.

Algumas dúvidas são frequentes quando falamos em contratar um seguro. Em alguns casos, itens adicionais podem ajudar a baratear seu seguro, e um deles é o rastreador.
Ao contrário do que muitos pensam, somente o uso do rastreador não garante a segurança do automóvel.

 

No caso, o aparelho só irá lhe proteger contra o furto ou roubo, deixando o carro descoberto no caso de colisão, incendio e outros imprevistos. Porém, o usando como aliado, pode contribuir bastante com o valor final da sua apólice.

 

Os carros que têm rastreadores ou bloqueadores instalados podem ter desconto de até 20% no valor do seguro. Esses dispositivos de segurança trazem mais proteção para o veículo e facilitam a localização do bem em caso de roubo. Em algumas corretoras, a instalação de um sistema de rastreamento é condição obrigatória para contratar um seguro. Em outras, é apenas um bônus.

 

Já no caso de carros populares, somente o rastreador pode não ser a melhor opção, principalmente se você usa muito o carro. Com o rastreador você não está protegido contra colisões, o que pode ser uma grande desvantagem. Além disso o seguro possui assistências que os rastreadores não dão, como: atendimento 24 horas, carro reserva, motorista, etc.
Segundo notícia veiculada, após cinco anos de discussões, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) definiu as regras para tornar obrigatória a presença de kits anti-furto nos veículos vendidos no país. Cerca de 20% de todos os automóveis e caminhões novos terão de ter instalados sistemas de bloqueio e rastreamento.

Em agosto, serão 100% dos veículos novos. Para as motos, o prazo de adequação para o total da frota vence em janeiro de 2014. Os sistemas deverão estar instalados nos carros. Mas será opção de cada proprietário decidir se vai ou não pagar para manter o serviço de rastreamento, que deverá ser contratado em uma empresa privada do ramo. Cada fabricante de veículo terá de homologar seu modelo no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *.

*
*