- Compartilhar carros. Uma nova modalidade chega ao Brasil. Smartia.

Compartilhar carros. Uma nova modalidade chega ao Brasil.

Compartilhar carro

Uma nova modalidade que até então era usada somente no exterior, acaba de chegar ao Brasil. O carro compartilhado é uma mistura de táxi e carro de aluguel, no qual o cliente tem a comodidade de escolher o modelo do veículo e o período que irá usar.
Existem sites que oferecem a busca completa,  que consiste em ir além do aluguel do carro, oferecendo adicionais como: carrinho de bebê, GPS e condutor adicional.

Nos Estados Unidos e na Europa, o fenômeno do carro compartilhado  ganha cada vez mais força. Estima-se que o ‘car sharing’ já são mais de um milhão de usuários, e o crescimento em um ano foi de 40%.

 

Especialistas defendem a teoria que daqui a alguns anos o mercado de carros de aluguel irá triplicar, graças a comodidade e praticidade do serviço. A iniciativa de alugar um automóvel colabora com o rodízio de veículos imposto em algumas cidades, onde o carro próprio não pode ser usado todos os dias da semana. É uma solução prática para deslocamentos rápidos, evitando assim possíveis multas por circulação indevida.

 

Um dos primeiros projetos “car sharing” surgiram na década de 1960, mas foi em 1987 que a  primeira empresa do gênero foi fundada na Suíça. Já nos Estados Unidos e no Canadá o serviço de car sharing já é bastante popular. Segundo a Car Sharing Association, entidade que reúne as principais empresas do setor, nada menos que 516 mil clientes utilizaram o serviço. O que caracteriza, além do numero de usuarios crescente, um mercado sólido de “car sharing”.

 

Mas afinal, como funciona na prática o sistema de Car Sharing? Uma das maiores empresas brasileiras desta modalidade, explica os  passos que adota em seu sistema, para que você possa entender na prática como funciona:

1 – Os carros ficam espalhados por mais de 45 pontos da cidade. Ou seja, sempre tem um automóvel perto de você, e ele pode ser reservado a hora que você preferir.

 

2 – É possivel ter acesso aos valores no próprio site, onde a tabela de valores ficam acessíveis. Nela você confere o valor de cada um dos carros antes de fazer o seu cadastro.

 

3 –  O cadastro é feito através de um formulário, dentro do site.

 

4 – Depois de se cadastrar você terá acesso ao sistema de reservas e também  terá acesso as marcas dos automóveis disponíveis, e onde eles estão localizados.

 

Esta modalidade ainda é uma novidade no Brasil e está em fase de adaptação, mas pode ser em pouco tempo uma solução prática para o dia a dia.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *