Seguros. Quando você é o terceiro.

Smartia Seguros - Seguros quando você é o terceiro

Apesar de todo cuidado ao dirigir, ninguém está livre de sofrer um acidente. Neste caso, o responsável é o motorista do outro veículo. Nem sempre ele tem seguro, mas se tiver, vai cobrir os prejuízos e, em geral, indicar uma oficina mecânica credenciada pela seguradora  para fazer os reparos.  Mas nem sempre é uma oficina conhecida.

Neste momento, é recomendável avaliar se vai fazer o conserto na oficina indicada pela seguradora ou se quer levar o veículo para uma empresa de sua confiança e tentar convencê-los a usar uma oficina de sua preferência. Mas não há garantias de que vai conseguir fazer a mudança.

Depois que o carro for entregue, é hora de fazer avaliação. Caso haja problemas e não fique satisfeito com o serviço prestado pela empresa indicada, o cliente pode fazer uma reclamação formal com a seguradora, por meio de e-mail. Dependendo da gravidade do ocorrido, a oficina pode até perder o credenciamento.  E para elas, é muito bom estar credenciado porque há demanda constante de serviço.

 

Vale ficar atento a alguns detalhes quando chegar à oficina:

  • Jornal: observe se os funcionários ainda embrulham as peças com jornal. Isso é ultrapassado e o ideal é envolver as peças em papel pardo ou plástico, para não interferir na qualidade do serviço.
  • Cabine de pintura: o local onde o automóvel é pintado deve ser fechado para evitar que a poeira da funilaria entre em contato com o veículo. Nem todas as oficinas dispõe dessa cabine porque o custo é alto, mas a qualidade do serviço é muito melhor.
  • Área de lixamento: neste local o ideal é que não haja poças de água. O melhor é lixar a seco, para evitar a corrosão e bolhas na pintura.
  • Estufa: nem toda oficina tem essa cabine que auxilia na secagem da pintura e evitam depósitos de poeira sobre o carro que acabou de ser reformado.
  • Solda de oxigênio-acetileno:  essa ferramenta é antiga. O ideal é usar a solda a ponto ou Mig. Só dá para saber que tipo de solda foi usada observando as manchas na lataria. Caso seja grande, o acetileno foi usado.  Caso contrário, a solda a ponto entrou em ação.

 

Fonte:  http://quatrorodas.abril.com.br/autoservico/seguros/quando-voce-terceiro.shtml

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *.

*
*