Por que ter um seguro automóvel é importante?

Embora hoje em dia haja um crescimento econômico pronunciado, muitas são as pessoas que decidem poupar em alguns aspectos da sua vida cotidiana com os quais deveriam ser mais cuidadosas. A escolha de fazer ou não um seguro automóvel deve ser sempre tomada de forma consciente, pesando os prós e os contras de maneira sensata e racional. Porém, para algumas pessoas essa decisão é apenas mais uma entre tantas a serem tomadas no seu dia a dia, fazendo com que certos temas pertinentes sejam colocados de parte sem qualquer questionamento.

Atualmente, quando as variáveis que o indivíduo não pode prever ou controlar são incontáveis, compreender a necessidade de assegurar que os seus bens estão protegidos é uma necessidade tácita. Dessa forma, ter um veículo segurado deve ser visto como uma prioridade, tal como ter um seguro para a casa onde vive. Isto, porque tal como uma casa, um automóvel é um bem que pode sofrer vários tipos de interações com o ambiente, bem como com terceiros, que podem fazer com que o veículo perca o seu valor de forma parcial ou completa.

Tal como um indivíduo que tem a sua casa destruída por um incêndio sofre uma perda total a nível material e emocional, também um acidente, um roubo ou furto ao seu automóvel podem levar a que você tenha um prejuízo, com perda total ou parcial do investimento que foi ou ainda está a ser feito – no caso de bens que estão sendo pagos por meio de empréstimos.

Cotação de seguro de automóveis

Os seguros foram criados como uma forma de evitar ou amenizar uma perda abrupta de um patrimônio, tendo como premissa que é pago um valor para que uma empresa tenha em mente os seus interesses relativamente àquele bem. Dessa forma, caso haja quaisquer incidentes com o veículo, que estejam cobertos pela apólice contratada com a empresa, os seus interesses serão salvaguardados e esta é a verdadeira mais valia relacionada com ter um automóvel ou qualquer outro bem segurado.

Porém, apesar das vantagens óbvias relacionadas com a proteção de um investimento, muitas pessoas acreditam que fazer o seguro de um carro, que é um bem que se deteriora e perde valor no mercado com alguma rapidez, é algo impensável. Alguns dos argumentos usados por pessoas que acreditam que os seguros não são interessantes são os seguintes:

  • Acreditar que todos os seguros automóveis são muito caros;
  • Ter em mente que equipamentos antifurto são sempre eficazes;
  • Pensar que, em caso de acidente, o seguro não traz grandes vantagens.

Todavia, para quem se informa sobre os tipos de cobertura disponíveis e tem consciência de que nem sempre medidas de segurança são o suficiente para proteger um bem, estes argumentos perdem força com uma rapidez avassaladora.

Nesse sentido, a busca pelo motivo intrínseco para ter um bem segurado passa pela consciência de que um automóvel, tal como qualquer outro patrimônio, deve estar protegido da melhor forma possível, mesmo que isso indique a criação de mais uma despesa. Já que, na eventualidade de um infortúnio que esteja coberto pela apólice contratada, o investimento que foi feito no seguro fará com que as suas perdas são menores ou até mesmo nulas.

Aqui na Smartia são oferecidos vários tipos de seguros para automóveis a preços bem amigáveis com o seu bolso.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *.

*
*