Crise na Europa faz receita da Renault cair 8,6% no trimestre

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A segunda maior fabricante de carros da França, a Renault, teve queda de 8,6% na receita do primeiro trimestre, para 9,535 bilhões de euros (US$ 12,57 bilhões). Em volume de vendas, a queda foi de 7,9%, para 638.498 unidades. Para a empresa, o resultado é efeito negativo da crise de dívida europeia. No primeiro trimestre do ano passado, a receita foi de 10,43 bilhões de euros.

Mesmo diante da queda, a empresa reiterou as metas para 2012. Para este ano, o Grupo espera um crescimento do mercado mundial de 4%, com um mercado europeu em queda de 3 a 4% e um mercado francês em queda de 7 a 8%.

Fora da Europa, as vendas do grupo Renault Nissan registraram alta de 12,3%, com 291.177 unidades, o que representa 46% das vendas totais e progressão das participações de mercado em três das quatro Regiões fora da Europa. A montadora destaca o desempenho positivo no Brasil e na Rússia. O mercado brasileiro e o da Argentina fazem parte dos cinco mercados do Grupo. Especificamente no Brasil, as vendas da Renault tiveram alta de 36,5%, em um mercado quase estável, com uma participação de 6,8%.

De acordo com a Renault, a evolução desigual dos mercados automobilísticos em todo o mundo e a atividade do Grupo no primeiro trimestre estão de acordo com as expectativas.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *.

*
*