Volta Redonda busca melhoria na segurança pública para baratear seguro

Veja que ideia interessante poderá ser adotada em Volta Redonda: o prefeito Antônio Francisco Neto apresentou a empresários do setor de seguros o projeto “Volta Redonda Mais Segura”, que vai utilizar 400 câmeras de leituras de placas, que já estão sendo instaladas na cidade, para detectar a circulação de carros roubados. A iniciativa pode, na prática, tornar a cidade mais segura e isso poderá refletir na composição de preços das seguradoras.

De acordo com informações da Susep (Superintendência de Seguros Privados), uma das variáveis usadas na fixação dos prêmios de seguro, como é chamado o valor pago pelo segurado pela apólice, é a estatística dos sinistros pagos anteriormente. Assim, caso as câmeras reduzam o pagamento de sinistros – tanto porque os ladrões evitariam roubar ou furtar carros na cidade por saberem do sistema, quanto pela recuperação dos veículos – haveria uma justificativa técnica para reduzir o prêmio.

O projeto ainda está sendo avaliado pelas seguradoras para saber até onde vai sua eficácia e de que forma isso pode refletir verdadeiramente no bolso do consumidor. O objetivo do prefeito é fazer de Volta Redonda uma cidade referência com o custo dos seguros entre os mais baixos do Brasil.

A matéria completa pode ser lida no Diário do Vale.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER:

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *.

*
*