Condutor adicional muda o preço do seguro?

condutor adicional

Muita gente divide o carro com os pais, com o parceiro ou com os irmãos. É comum ver famílias onde todos usam o mesmo carro. Mas é importante lembrar que, quando você fizer o seguro, é preciso avisar quem mais conduzirá o carro.

Antes de mais nada é preciso definir quem dirige o carro com mais frequência. No caso, 70% do tempo, que quer dizer 5 vezes na semana.  Uma vez definido o principal condutor, qualquer um que dirija o veículo desde que seja eventualmente, como por exemplo, aos finais de semana, estará coberto.

Porém, preencha atentamente o perfil para contratação do seguro, pois muitas seguradoras perguntam se deseja estender cobertura para jovens entre 18 e 25 anos. Se o principal condutor listado na apólice for mais velho e tiver um jovem que dirija o veículo mesmo que eventualmente, esta pergunta deve ser preenchida com “sim”, caso contrário, a cobertura para condutores eventuais estará garantida apenas para pessoas acima de 26 anos.

Entretanto há algumas poucas seguradoras que perguntam além do principal condutor, todos os possíveis condutores do veículo. Neste caso, todos deverão ser listados por mais que o outro condutor pegue o carro de vez em quando, como, por exemplo, uma vez por semana. No momento em que for feito o seguro é necessário informar que ele será um condutor habitual. Caso o carro seja roubado, furtado ou sofra alguma colisão quando o condutor não cadastrado estiver dirigindo, a seguradora pode não cobrir o seguro.  Dessa forma, o nome do condutor também será adicionado na apólice e ele poderá desfrutar dos benefícios do contrato.

Como o valor do seguro varia de acordo com o perfil da pessoa que dirige, o preço ficará um pouco mais caro quando for adicionado o condutor habitual. Por exemplo, ao acrescentar um adulto com mais de 25 anos, provavelmente será um custo menor do que adicionar o filho que tenha 18 anos, já que jovens geralmente oferecem risco maior. Essa diferença é devido ao tempo de experiência de pessoas mais velhas ao volante, pois elas apresentam menor probabilidade de acidente, seguro as pesquisas de risco das seguradoras.

Algumas pessoas tentam burlar essa regra para não pagar mais caro, mas acabam saindo no prejuízo caso ocorra um sinistro. Por isso, preencha atentamente e verdadeiramente o formulário de contrato e sempre verifique o que está escrito na apólice.

Para saber qual seria o preço do seu seguro com um condutor adicionar, faça uma cotação online no site da Smartia!

Smartia no Jornal Extra

Nossa gerente de operações, Márcia Marques, fez uma entrevista ao vivo para o Jornal Extra explicando e simplificando para o público sobre contratação de seguro de automóvel. Ela contou um sobre o processo de contratação pela Smartia e tirou dúvidas dos telespectadores que mandaram perguntas via facebook.

Muita gente tem dúvida sobre seguros e muitas vezes não sabe onde encontrar as respostas, por isso a entrevista foi importante para esclarecer sobre o mercado para os clientes.

Para conferir a entrevista, assista ao vídeo clicando neste link: Entrevista Smartia na página do Jornal Extra.

 

Como funciona o novo seguro auto popular?

Foi aprovado recentemente o seguro auto popular, que é mais barato do que o seguro normal, pois permite o uso de peças usadas no conserto de carros. Um dos fatores que mais encarece o seguro é a reposição de peças.  Em caso de batidas leves, as seguradoras eram obrigadas utilizar apenas peças novas para reposição, o que faz o preço do seguro aumente. Agora, com o seguro auto popular, essa questão muda.

As peças usadas virão de empresas de desmontagem, que seguem a lei do desmanche desde 2014. Mas os consertos que envolverem itens de segurança, como air bag, sistema de freios, suspensão e cintos de seguranças só poderão ser feitos com peças novas. De Acordo com a Susep, existe um sistema de cadastro para garantir que as peças sejam legais e estejam em bom estado.

De acordo com o Diário Oficial do União, uma das normas desse seguro é que a cobertura mínima deverá compreender a garantia de indenização por danos causados ao veículo por colisão, ou seja seja, terá que cobrir danos parciais ao veículo ou em casos de perda total sendo vedada a oferta de cobertura que preveja apenas a indenização integral por colisão, ou seja, seguros que cubram somente a perda total, sem cobrir perdas parciais que são as colisões leves.

Esse seguro é interessante, pois reutiliza peças que seriam descartadas ainda em bom estado. O meio ambiente agradece qualquer forma de reutilização, pois gera menos lixo.  Para o consumidor também vale a pena, afinal o preço fica muito menor. Quem não conseguia pagar pelo seguro, agora terá uma oportunidade.

Como proteger seu bolso da crise?

Artigo do portal parceiro www.segurodeautomovel.org

Para que o seu veículo não lhe dê despesas extras é preciso adotar algumas medidas para economizar ainda mais na crise. Confira boas dicas!

Quem tem carro sabe que ele dá tantos gastos quanto um filho e, por isso, qualquer medida que permita economizar com o veículo é bem-vinda.

Seja em tempos de crise ou não, é sempre bom gastar o mínimo possível com o seu automóvel sem abrir mão do conforto, indo desde seu dia a dia até ao seguro de automóvel. Por isso veja algumas dicas bem valiosas ao longo desse artigo.

Poupe o combustível

  • Use as marchas corretamente porque espichar demais a marcha ou trocar antes fará com que o gasto aumente.
  • Cuidado com as aceleradas bruscas.
  • Não é preciso deixar o carro esquentando de manhã. Hoje, com a injeção eletrônica, esse processo é feito automaticamente e, ao ligar o carro, já pode sair com ele.
  • Quando estiver em velocidades acima dos 80 km/h, mantenha os vidros fechados porque o atrito com o vento pode elevar o consumo de combustível.
  • Evite utilizar o ar condicionado em dias de temperaturas amenas. Ele pode elevar o consumo de combustível em até 20%.

Economize com o carro fazendo a manutenção correta

  • Mantenha os pneus calibrados, pois isso faz com que o consumo de combustível seja menor, além de aumentar a durabilidade dos pneus.
  • Faça revisões de maneira periódica. Dessa forma se consegue evitar a quebra de peças, sendo que isso pode elevar bastante o valor conserto.
  • Não deixe para resolver pequenos problemas depois. Normalmente, eles tendem a se complicar e fazer com que o custo da manutenção aumente consideravelmente.
  • Evite caminhos onde haja muitos buracos ou vias em condições ruins. Isso exigirá mais do carro e também maior frequência na manutenção.
  • Deixar o carro limpo não é apenas uma questão de estética. Você conserva melhor a pintura e também evita o desgaste e corrosão das peças.
  • Na hora de fazer a substituição de peças, essas devem ser feitas com as mesmas especificações das originais.

Fique de olho na hora de contratar o seguro

  • Pesquise em diversas seguradoras confiáveis para encontrar o melhor custo-benefício ao fazer sua cotação de seguro auto.
  • Se tiver bônus, utilize-o para conseguir um desconto no valor final do seguro.
  • Tenha instalado no carro equipamentos de segurança, como rastreadores e alarmes que reduzem o valor do seguro.
  • Deixe o carro estacionado em garagens, pois se diminui o risco de roubos e também o valor do seguro.

Dicas gerais para economizar com o carro

  • Tire tudo o que for desnecessário do veículo. O peso extra, além de consumir mais combustível, faz com que ele se desgaste mais depressa.
  • Cuidados com os acessórios, apesar de eles modificarem os carros e deixá-los mais bonitos, podem interferir no funcionamento, uma vez que exigem algumas modificações.
  • Não deixe o motor ligado enquanto espera ou se o trânsito estiver totalmente parado. Quando perceber que a espera será um pouco longa, o melhor é desligar o carro.
  • Respeite as leis de trânsito, pois isso faz com que se evitem aceleradas e frenagens buscas que aumentam o consumo de combustível e ainda podem resultar em acidentes. Outro fator nesse item é evitar que ocorram multas.

Com dicas simples você pode economizar com o carro e proteger seu bolso em tempos de crise. E você, costuma seguir essas dicas ou tem mais alguma que queira acrescentar?

Qual seguro é mais barato? Do carro novo ou do carro usado?

Sempre que um carro zero sai da concessionária, ele desvaloriza em média 20%. O que muita gente não sabe é que o carro zero tem o seguro mais barato do mercado. Quanto mais o carro é desvalorizado, com o passar dos anos de fabricação, mais caro fica o seguro em relação ao valor do carro.

As seguradoras alegam que um carro zero tem menos chances de oferecer problemas mecânicos e caso aconteça, as peças são mais fáceis de comprar.

Nós fizemos uma tabela de comparação de preços dos seguros de carros nacionais e importados e vimos um padrão de encarecimento do seguro se comparado ao preço do carro*, que vai barateando. No valor  nominal , não faz muita diferença, pois ele aumenta pouca coisa, mas quando você compara o valor que você pagou pelo carro com o valor que você vai pagar de seguro, esse preço fica mais salgado.

Para fazer os cálculos, usamos como perfil um homem casado, com mais de 40 anos, que tenha garagem na residência.

De acordo com nossos cálculos, os carros nacionais de 2016 como Fiesta, Gol e Palio, ficam com o seguro de 14 a 20% mais caro em relação ao carro zero. A Cada ano que passa, o seguro aumenta de preço junto com a desvalorização e ela pode ficar quase 50% mais cara em relação ao seguro do carro zero.

Para entender melhor, fizemos uma tabela comparando os preços do seguro de três carros nacionais e dois importados nos 5 últimos anos. Na tabela você pode ver o preço dos seguros e a porcentagem desse valor comparada ao valor do carro ao longo desses anos.

* O preço do carro que utilizamos é o sugerido pela tabela FIPE.

snetra

fiesta

gol

palio

 

 

 

 

Mitos e verdades que ninguém nunca te contou sobre seguros

Pra maioria das pessoas, quando o assunto é seguros, várias perguntas pairam no ar. Elas se confundem entre os nomes: apólice, franquia, cobertura, seguradoras e corretoras. Para facilitar o entendimento dos clientes, a Smartia Seguros Online fez um compilado com mitos e verdades sobre seguros para ninguém passar aperto e principalmente para não serem enganados.

 Mito: Você não pode pagar o seu seguro direto pra seguradora
Muita gente acha que precisa de um intermediário para fazer o pagamento do seguro, mas isso não é verdade. A corretora é necessária para fazer a intermediação do processo de contratação, mas o pagamento das mensalidades pode ser por boleto ou débito direto para a seguradora.

Mito: não posso ver o preço de várias seguradoras ao mesmo tempo
Você mesmo pode calcular o seu seguro e escolher a cobertura e preço que lhe convém. Ninguém melhor do que você para escolher o que precisa.

Verdade: O valor do seguro pode mudar de um dia pro outro
As seguradoras estão constantemente reavaliando o risco para cada perfil de cliente, região e modelo de carro, o que afeta diretamente na tarifa utilizada para precificar o seu seguro.

 Mito: A corretora ou seguradora precisam ser na minha cidade
O apoio da seguradora será constante em todo território nacional qualquer dia e hora.

Mito: A pessoa que me vendeu o seguro é o responsável por todo o atendimento que eu precise durante minha vigência
Quem faz a assistência 24h e reboque é sempre a seguradora contratada. Você só precisar ter o número da central de atendimento da seguradora e entrar em contato que eles irão até o local desejado.

Mito: “Cobertura total” inclui cobertura de aluguel e de reboque.
A cobertura de aluguel e reboque são coberturas individuais que geralmente são adicionadas separadamente e arcam com os custos adicionais.

Mito: Catástrofes naturais não têm cobertura
Há coberturas mais completas oferecem seguro contra enchentes, raios, granizo, vendavais, terremotos, ressacas e outros. Dependendo da região onde você mora, vale a pena fechar um seguro que abranja também este tipo de cobertura.

Mito: Bens deixados no interior do carro estão cobertos
Se o veículo for arrombado (mas não roubado) e alguns itens pessoais sejam furtados – como notebooks, bolsas, câmeras, celulares, etc. – estes bens não são cobertos pelo seguro de automóvel.

Verdade: A apólice do seu seguro deve conter todas as coberturas que você deseja.
Sempre vale o que está documentado.

Verdade: Você mesmo pode contratar seu seguro pela Internet.
Hoje em dia existe a facilidade de fechar seu seguro pela internet de forma rápida e simples sem precisar de toda aquela burocracia exigida pelas corretoras físicas. Tem gente que ainda se sente inseguro de fechar um seguro pela internet, mas pode ser mais vantajoso. Além do preço ser melhor, você tem a chance de escolher entre várias seguradoras ao mesmo tempo.

Verdade: Não precisa andar com a carteirinha do seguro
Para chamar a assistência 24h você precisa apenas ter o numero de telefone da seguradora. Algumas corretoras de seguros online disponibilizam aplicativos de celular que te conectam diretamente com a seguradora.

Mito: O preço das seguradoras é parecido
A variação de preço entre as seguradoras pode variar mais de 50%, por isso o ideal é você calcular em pelo menos cinco seguradoras. Outra coisa que muita gente não sabe é que a variação de preço também ocorre de um dia para o outro, então é importante comparar os orçamentos no mesmo dia.

Veja o preço do seguro dos carros usados mais vendidos

carro usado

Seguro de carro é o tipo de investimento que a gente só sente falta quando precisa. O problema é que, quando você precisa de um seguro e não tem, já é tarde demais e é preciso desembolsar um bom dinheiro. É como a nossa saúde. Muita gente só passa a se cuidar depois de passar por uma doença, mas se tivesse se precavido antes, talvez não fosse necessário adoecer.

Por causa da crise econômica que estamos enfrentando no Brasil, muita gente está deixando de comprar carro zero para comprar um carro usado. Tanto que as vendas de carros novos caiu 30% entre o ano passado e este ano. Pensando nisso, a equipe de inteligência de mercado da Smartia fez os cálculos para saber, em média quanto, custa o seguro dos carros usados mais vendidos este ano.

O preço do seguro varia muito de uma seguradora pra outra e também muda de acordo como perfil do segurado. Isso porque cada um apresenta um nível de risco diferente. Por exemplo, se o segurado tiver garagem, provavelmente terá um seguro mais barato, pois o risco de ter o carro furtado é bem menor. Fizemos os cálculos usando como padrão um cliente do sexo masculino que tenha entre 25 e 40 anos, casado e que more em um apartamento com garagem.

Na Smartia, você pode calcular o valor do seu seguro em 6 seguradoras diferentes e escolher a que mais lhe agradar em relação ao preço e aos benefícios oferecidos.. Para montar a tabela abaixo, nós escolhemos o melhor preço, pois geralmente é o fator decisivo dos clientes para fechar o seguro.

Calculamos o preço do seguro nos carros usados em 5 capitais brasileiras, então se você estiver pensando em cobrar um carro, lembre-se de consultar a tabela e checar o valor do seguro antes de fechar o negócio.

 

Dicas importantes antes de fechar um seguro

Se você está querendo fazer um seguro para o seu carro, a primeira coisa que você deve procurar é um orçamento. Ao solicitar a um corretor de seguros, normalmente é enviado por e-mail no dia seguinte o preço de um seguro para o seu perfil. Mas esse orçamento também pode ser feito pelo próprio cliente preenchendo um formulário com 12 perguntas no site da Smartia. Em alguns segundos ele vê na tela o preço em 6 seguradoras diferentes.

É interessante checar o preço e os benefícios de todas as seguradoras para escolher o melhor custo-benefício. Muitas seguradoras se equiparam no serviço oferecido, porém o preço pode variar mais de 50% entre uma e outra. Por isso é importante ter acesso ao maior numero de orçamentos possíveis em curto prazo de tempo, pois os preços podem sofrer variações diárias.

Antes de fechar o seguro, você deve entender quais são suas necessidades. Por exemplo, se usa o veículo com frequencia pra viajar é importante contratar um seguro com assistência 24 horas para envio de reboque com uma quilometragem mais abrangente. Preste bastante atenção quando receber a o contrato e cheque se todas as informações estão corretas e se consta tudo que foi combinado na hora da contratação.

Após o fechamento do contrato, você fazer o pagamento do seguro para a seguradora escolhida.  É importante que o pagamento seja sempre em débito ou boleto. Nunca deixe o valor monetário ser pago com terceiros que estejam intermediando a venda. O não pagamento do seguro cancela imediatamente a apólice e o carro fica sem seguro. Na Smartia, assim que é fechado o seguro, enviamos o boleto da seguradora para ser quitado pelo cliente. Em caso de débito o cliente pode ler na própria apólice o numero da conta e data prevista para o débito. Pode ser pago em cartão de crédito.

Como diminuir os gastos com a calculadora da PROTESTE?

Você sabia que dá pra economizar até 2.800 mil reais por ano revendo o valor dos serviços que mais pesam no bolso? Esse é o intuito da super calculadora de finanças pessoais da PROTESTE, órgão do consumidor parceiro da Smartia. Principalmente nesse período de crise que o Brasil está enfrentando é sempre bom estar atento, fazer pesquisa de preço e anotar os gastos para nunca ser pego de surpresa.

Para facilitar a vida do consumidor, a PROTESTE criou uma calculadora onde você faz seu cadastro e indica o quanto gasta para usar determinados serviços como: cartão de crédito, telefonia, conta corrente, TV por assinatura e seguro de carro. A calculadora mostra na hora como e quanto você poderia economizar por ano na contratação desses serviços.

De acordo com a calculadora da PROTESTE, a variação dos preços do seguro de automóveis no Rio de Janeiro pode chegar a 97%. Isso porque as seguradoras têm suas próprias estatísticas de risco e variam o valor quando existe risco maior de roubo e acidentes. Por isso é importante olhar o valor entre várias seguradoras ao mesmo tempo para descobrir qual é melhor preço oferecido.

Dá pra economizar até R$975 por ano só em seguro de carro, então, se você pretende fazer renovar ou fazer um seguro novo, aproveite para calcular pelo PROTESTE o quanto você pode economizar. Faça a cotação no site da Smartia e em menos de cinco minutos você terá a melhor opção de preço.

Imagem do Jornal O Dia

Imagem do Jornal O Dia

7 dicas para escolher o melhor seguro para seu carro

Texto pelo nosso parceiro de conteúdo: Consorcio.org

Quem vai adquirir um seguro auto precisa ficar atento para aproveitar as melhores oportunidades e não cair em armadilhas.

Apesar de apenas cerca de 30% dos veículos que circulam pelo país possuírem um seguro de carro, essa ainda é a melhor maneira de proteger o seu veículo. Ele conta com diferentes coberturas para atender aos mais diversificados perfis de clientes e proporcionar segurança para o motorista. Mas na hora de comprar é preciso ficar atento a alguns itens. Fique de olho nos principais:

1.Escolha o seu carro com cuidado

Se você ainda vai comprar o seu carro uma dica é verificar se ele não está na lista dos mais roubados porque os que sofrem mais assaltos costuma ter o valor do seguro mais elevado. Agora, se já comprou o seu carro sem antes verificar essa informação, não tem mais jeito, é preciso investir em outros itens de segurança, como alarmes e rastreadores, se quiser pagar menos.

2.Pesquise em diferentes seguradoras

Nada de comprar na primeira seguradora que encontrar porque o preço pode variar bastante de uma para outra. A dica é fazer a cotação em diversas delas, sempre verificando não apenas os valores, mas o que cada uma oferece.

Para não ficar na mão quando mais precisar, verifique se a seguradora é habilitada junto a Superintendência de Seguros Privados (Susep), pois somente as cadastradas é que podem oferecer esse tipo de serviço.

3.Contrate somente o que precisa

As seguradoras irão lhe oferecer uma grande variedade de coberturas e serviços adicionais, porém você não precisa aceitar todos eles. Verifique apenas os que lhe interessam. Por exemplo, a cobertura contra danos nos vidros pode deixar o seu seguro muito mais caro e acabar não compensando financeiramente.

4.Ajuste o seguro ao seu orçamento

Nada de escolher o melhor seguro se não pode pagar por ele, até porque, se as parcelas atrasarem, a sua cobertura fique suspensa. Por isso, pesquise e faça bem as contas de quanto pode pagar em cada parcela.

5.Peça ajuda a um corretor

Não é possível contratar um seguro sem um corretor, então ele fará a sua ligação com a seguradora. O corretor pode te auxiliar a encontrar o seguro que você precisa, sem deixar de fora nenhuma cobertura importante, garantindo um bom preço.

6.Preencha o formulário com atenção

Esse formulário será utilizado na hora de determinar o valor do seu seguro auto, com base nas informações do condutor e no uso do veículo. Além de ele influenciar no preço, pode dificultar o uso do seguro se as informações forem falsas. Por isso, preencha com calma, não omita informações e, principalmente, não minta.

7. Leia a proposta

A proposta determina os seus direitos e deveres em relação ao seguro auto e por isso deve ser lida com atenção, antes da assinatura. Se alguma coisa estiver divergente do que foi passado anteriormente e isso for lhe prejudicar, não aceite a proposta elaborada e tente negociar.

Assim você garante o melhor seguro auto por um preço justo.